von Hertwig - Clínica e Hospital de Olhos em Blumenau - SC

Atendimento ao Cliente

O que é cirurgia refrativa

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A cirurgia refrativa é utilizada na oftalmologia para reduzir ou corrigir completamente o grau de óculos (refração), em casos como a miopia, hipermetropia e astigmatismo. Este procedimento cirúrgico também pode ser utilizado para a presbiopia, que é a dificuldade de enxergar de perto que pode surgir por volta dos 40 anos de idade.

Hoje em dia a cirurgia refrativa é realizada por meio de aparelhos altamente especializados e com precisão que varia menos do que milímetros, com o objetivo de sempre atingir o melhor resultado possível para o paciente. As principais técnicas para o procedimento são o Lasik e o PRK:

Lasik: neste método é realizado um fino corte na córnea antes da aplicação do laser. Costuma ter uma recuperação mais rápida.

PRK: não há corte da córnea, o laser é aplicado diretamente na sua superfície. Neste método a recuperação costuma ser mais lenta do que no Lasik.

Cuidados pré e pós-operatórios da cirurgia refrativa

Antes de realizar a cirurgia é importante que o paciente evite situações que possam alterar os parâmetros dos próprios olhos. Para quem utiliza lentes de contato, o uso deve ser interrompido, já que elas alteram a curvatura do olho e podem comprometer o resultado final do tratamento.

Outra situação que pode alterar os parâmetros oculares é a gestação, portanto, a cirurgia não é recomendada neste período. Também é importante que no momento da cirurgia o paciente não tenha nenhum tipo de quadro inflamatório, que possa causar complicações, como herpes ou conjuntivite.

Após a cirurgia refrativa também é necessário tomar alguns cuidados, principalmente para evitar infecções da córnea. Entre as principais orientações pós-operatórias destacamos:

– Não tocar os olhos e muito menos coçá-los, pois isso pode causar traumatismos;

– Utilizar a proteção dos olhos conforme orientação médica, principalmente na hora de dormir;

– Não ter contato dos olhos com água (rio, piscina e mar), que pode ser fonte de infecção;

– Não utilizar produtos no rosto, como cremes, géis, máscaras e qualquer tipo de maquiagem (principalmente nos olhos).

Antes e após a realização da cirurgia são realizados diversos exames que irão avaliar a viabilidade da cirurgia e também o seu sucesso e o quadro de recuperação do paciente. É importante estar atento e seguir à risca quaisquer orientações do médico oftalmologista para garantir que a cirurgia não cause complicações e alcance o seu objetivo de corrigir o grau de óculos do paciente.

Leia também: 7 Cuidados com a saúde dos olhos